Ativistas de Curitiba se encontram

Com Secretária Municipal de Saúde para pedir melhorias no combate à aids

Ativistas que lutam pelos direitos das pessoas com HIV e aids em Curitiba se reuniram nessa quinta-feira com a Secretária Municipal de Saúde, Eliane Chomatas, para discutir melhorias no atendimento dessa população.

Com base nos resultados de uma reunião realizada na terça-feira passada com representantes da RNP+ Paraná (Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV e Aids – Núcleo Paraná) e da Aliança Paranaense pela Cidadania LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais Travestis e Transexuais), os ativistas entregaram um documento com os problemas encontrados no município, sugestões de solução e indicações de órgãos, instituições e pessoas que possam implementar as melhorias. Acesse o documento aqui.

Presente na reunião, o Presidente da ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), Toni Reis, disse que os ativistas receberam a garantia, por exemplo, de que o Hospital Evangélico responderá a demanda dos pacientes com lipodistrofia.

Ainda segundo Toni, o Centro de Orientação e Aconselhamento (COA) em DST/Aids da cidade será integrado no prontuário eletrônico em agosto; os Núcleos de Atenção Psicossocial serão preparados para prestar atendimento psicológico aos soropositivos; e a isenção tarifária para pacientes será analisada junto aos órgãos judiciais.

Participaram ainda da reunião a Diretora do Centro de Informações em Saúde, Raquel Cubas; Adão Ribeiro e João Castro, da RNP+; Rafaelly Wiest, do Instituto Dignidade, entre outros.

Redação da Agência de Notícias da Aids

Deixe um comentário

Deixe um comentário, ou trackback pelo seu site. Você pode também receber via RSS.

Seu email não será mostrado. Campos obrigatórios *